Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Página inicial
Contato
(28) 3526-5622
Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim

Destaque

10.05.2017

Vereadores sabatinam Secretário de Saúde

 

 

 

 

 

 

Na sessão de terça-feira (10), a convite do vereador Alexon Cipriano (PROS), com aprovação dos demais vereadores, o secretário de saúde Luiz Carlos Bindaco esteve na Câmara para prestar contas de sua gestão à frente da pasta.  Bindaco disse que encontrou inicialmente dois desafios: a ameaça de epidemia de febre amarela e a greve da Polícia Militar. Mas deixou claro que 70% da população já foram vacinados e que a meta da prefeitura é chegar aos 80%. Também falou sobre a importância de adequação do orçamento às necessidades da saúde, a implantação do Comitê de Combate ao Aedes, integrado às outras secretarias e comunidade, e anunciou que será implantado um PSF no bairro Vila Rica.

 

 

Alexon Soares Cipriano (PROS)

Pergunta: O que pode ser feito para diminuir as filas para conseguir consultas nos postos de saúde? Existe possibilidade de contratação de novos médicos e agentes de saúde?

 

Resposta: As filas são históricas, mas nem sempre existe necessidade dos usuários dos postos de saúde chegarem cedo. Mas estamos estudando possibilidades de melhorar isso, de abrir agendamentos, de implantar melhorias no Centro de Saúde, além da contratação e capacitação de novos atendentes. Também será feito redimensionamento dos territórios cobertos pelos postos, para verificar a demanda de consultas médicas. No entanto, tem sido difícil encontrar médicos que queiram atuar nos PSF's, mesmo com o programa Mais Médicos. Quanto aos agentes de saúde, está sendo feito estudo sobre áreas descobertas, e somente depois disso pronto é que teremos processo seletivo para a contratação destes  profissionais.

 

 

Alexandre Andreza Macedo (DEM)

Pergunta: O pequeno quantitativo de agentes de saúde em Itaoca me preocupa. O processo seletivo para a contratação destes profissionais demorará muito? Na gestão passada, estava prevista reforma do PA do distrito, quando esse serviço será feito? E como sanar a falta de materiais odontológicos nos postos de saúde? Quem ficará responsável pelo PA de Itaoca, que está desorganizado nas questões de médicos, dias  de consulta e cumprimento de horários?

 

Resposta: O processo seletivo dos agentes de saúde, por ter características próprias, será feito separadamente dos demais profissionais da área. Sobre o PA de Itaoca, estamos fazendo levantamento das necessidades de obras em todas as unidades de saúde municipais, depois que estiver pronto, serão definidas as obras e reparos prioritários. Materiais odontológicos ainda estão em licitação. Sobre médicos e horários, o senhor deve se reportar à subsecretaria que cuida dos postos de saúde.

 

 

Alexandre Valdo Maitan (PDT)

Pergunta: Estive na unidade de saúde de Burarama e percebi vários problemas na  reforma feita. A SEMUS quer transferir o recolhimento do lixo de suas unidades de saúde para a Secretaria de Serviços Urbanos, mas gostaria de saber quem paga pelo recolhimento desses resíduos.

 

Resposta: O lixo não é competência da área da Saúde, que, por lei, não pode aplicar seus recursos no recolhimento de resíduos. Por isso fizemos a solicitação de que a SEMSUR faça o serviço, mas poderemos fiscalizar como será feito.

 

 

Allan Albert Lourenço Ferreira (PRB)

Pergunta: Está faltando gás de cozinha nos postos de saúde? Se estiver, quando  o abastecimento será normalizado? A comunidade da Gruta reclamou que está sem médico há quinze dias.

 

Resposta: a compra do gás já foi normalizada. Quanto a comunidade da Gruta, o médico que lá atende é o da unidade de saúde do  bairro  Gonzaga. Vamos fazer um levantamento e te encaminharemos a resposta.

 

 

Dario Silveira Filho (PSDB)

Pergunta: Soube que o último pagamento de diárias de motoristas foi feito em janeiro. Qual a posição do senhor sobre o assunto? Os motoristas receberão as horas extras? Muitos saem às 4h00 da manhã, chegando em Cachoeiro somente às 19h00.

 

Resposta : Sobre o pagamento de diárias, precisamos melhorar a instrução dos processos de recebimento delas, sendo necessária a comprovação da realização das viagens, além da apresentação das notas fiscais. O pagamento das horas extras deve ser regularizado na folha de pagamento deste mês.

 

 

Delandi Pereira Macedo (PSC)

Sobre os PSF's, os moradores do bairro Santo Antônio gostariam de ser atendidos no Centro Municipal de Saúde, mais próximo a eles. O atendimento da farmácia popular chega a uma média de 920 pessoas por dia, mas com espera de cerca de três horas. O que pode ser feito?

 

Resposta: O PSF do bairro Vila Rica terá duas equipes, para que possa ser abrangido o Bairro Santo Antônio também. Estamos contratando quatro profissionais para atender na Farmácia Popular, e já chegaram dois. As filas diminuíram, as pessoas estão esperando sentadas em ambiente climatizado. A centralização da distribuição permitiu maior controle na saída dos medicamentos.

 

 

Diogo Pereira Lube (PDT)

Pergunta: Estive nas unidades de Saúde dos distritos de Burarama e Pacotuba, e notei carência de móveis e ventiladores, além de que uma geladeira utilizada para guardar remédios está em péssimo estado de conservação. Faltam materiais de uso diário, como papel higiênico e  copos. O posto de Burarama tem ar-condicionado, mas com a voltagem errada, e não pode ser utilizado. Também gostaria de saber se existem políticas específicas para mulheres que estejam no período pós-parto.

 

Resposta: Em relação ao mobiliário dos postos de Saúde de Burarama  e Pacotuba, existem projetos com recursos aprovados para a aquisição de móveis.  E estamos preparando a implantação de serviços para melhorar o atendimento a mulheres no período pós-parto.

 

 

Edison Valentim Fassarela (PV)

Pergunta: no ano passado foi assinado um TAC sobre saúde mental,e nessa gestão ainda não foi indicado quem será o coordenador da área, o que pode causar problemas. Considerando a regionalização da saúde, existe perspectiva de fechamento de alguma unidade de saúde? Quando a piscina do CEMURF será utilizada? E quanto às diárias dos motoristas e compra de materiais de trabalho para os postos de saúde?

 

Resposta: para pagamento de diárias, foi preciso melhorar as instruções dos processos. A piscina do CEMURF já foi regularizada. Foi feito inventário de todos os materiais existentes nas unidades de saúde e as compras necessárias estão sendo feitas. Não temos intenção de fechar nenhuma unidade de saúde, e sim, de potencializar os serviços. Quanto à saúde mental, pertence à atenção primária, e estamos refazendo a portaria relativa ao assunto e à coordenação do setor.

 

 

Elio Carlos Silva de Miranda (PDT)

São muitas as áreas descobertas por agentes de saúde em Cachoeiro. Também me preocupa a aquisição de medicamentos e prioridade em consultas via disputa judicial. Tem como controlar isso? O trabalho de recolhimento de animais pelo CCZ ainda existe? As pessoas também precisam sair de distritos como Conduru, Burarama e Pacotuba para vir em Cachoeiro buscar remédios, não tem como ser em alguma comunidade mais próxima?

 

Resposta: em relação aos agentes de saúde, estamos fazendo estudo. Quanto às demandas judiciais, temos que acatá-las. O CCZ só recolhe animais que ofereçam risco à população. Quanto à distribuição de remédios, contratamos  4 farmacêuticos para atuar nas UPA's, mas  está sendo feito um estudo sobre essas comunidades mais distantes e a regionalização da saúde.

 

 

Paulo Sergio de Almeida (PRP)

Pergunta: Quando os funcionários da prefeitura, incluindo os da Saúde, terão melhoras salariais? Os trabalhadores precisam de valorização.

 

Resposta: Estamos prevendo cursos de formação permanente para melhorar o atendimento e a gestão das crises internas. Valorização do servidor não se restringe apenas a questão salarial, mas passa também pelo reconhecimento do trabalho dele.

 

 

Renata Sabra Baião Fiorio Nascimento (PSD)

Pergunta: As unidades de saúde de Cachoeiro, inclusive aquelas com obras recentes, têm muitos defeitos. Sobre a taxa de resíduos sólidos, existe a quantificação de quanto lixo é gerado pelas unidades de saúde e o valor da despesa? Também precisamos de um centro integrado para a saúde da mulher, para que elas e os filhos pequenos tenham mais atenção, já que muitas, ao irem a uma consulta, precisam levar os filhos.

 

Resposta: A empresa que faz a coleta tem as informações sobre os totais de despesas e o lixo gerado. Mas os recursos da saúde não podem ser utilizados no recolhimento do lixo. Não existem impedimentos para a  implantação de um centro de saúde para mulheres, mas esse serviço pertence a atenção primária a saúde, e precisa acontecer conectado a ela.

 

 

Sebastião Gomes (PP)

Pergunta: Quando acontecerá a reforma do PA “Paulo Pereira”, já que na placa da obra estava escrito que o término seria em fevereiro deste ano? A comunidade de Monte Alegre, que tinha atendimento médico uma vez ao mês, também está sem consultas, e a Safra teve seu posto de saúde fechado. Como funciona o programa Brasil Sorridente?

 

Resposta: Em relação ao PPG, o contrato da reforma ainda vai ser assinado, e contemplará melhorias também no setor de odontologia. A comunidade de Monte Alegre é atendida por profissional do Posto de Saúde de Pacotuba, que também está sem médico, e estamos aguardando a chegada de outro profissional. O posto da Safra foi desativado por falta de condições sanitárias. O programa Brasil Sorridente atende cerca de 27.000 alunos por ano, com a distribuição de creme e fio dentais.

 

 

Sílvio Coelho Neto (PRP)

Pergunta: Médicos só vão ao distrito de Conduru três vezes por semana, quando isso será normalizado? Precisamos também de agentes de endemia, profissional que não temos há cerca de oito anos. Também precisamos da volta da ambulância para o distrito, e que a coleta de materiais de exame seja realizada no local. E a reforma do Centro Municipal de Saúde, como anda?

 

Resposta: O médico do distrito também atende ao bairro Nossa Senhora Aparecida, e temos déficit geral de agentes de endemias, mas precisamos seguir o teto estabelecido pelo Ministério da Saúde, ainda que novas contratações sejam feitas. O programa  de Monitoramento Inteligente do governo estadual implantará importantes mudanças no trabalho dos agentes de endemias. Exames são competência  do estado, e a prefeitura não pode interferir. Os reparos da ambulância estão em fase de licitação. As reformas do  Centro Municipal de Saúde estão no replanejamento, pois estavam previstos serviços desnecessários em detrimento de outros mais prioritários.

 

 

Wallace Marvila Fernandes (PP)

Pergunta: Sobre a equipe do posto de Saúde do bairro Gilson Carone, ela será ampliada, já que existe demanda de cerca de 5000 moradores? O processo seletivo para a Saúde vai demorar?

 

Resposta: O PSF tem capacidade para três equipes, o que foi pensado devido ao novo conjunto residencial do bairro. O quantitativo de funcionários será ampliado depois de feito o processo seletivo, que, por sua vez, acontecerá depois da conclusão dos estudos que estão sendo feitos em relação a necessidade de novos profissionais. Esse levantamento deve ficar pronto até o final de junho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Rua Barão de Itapemirim, 05 - Edifício Comendador Juarez Tavares Mata - Cep: 29300-110 - Cachoeiro de Itapemirim - ES

cmci@cmci.es.gov.br  /  28 3526-5622

 

© 2013 - Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Todos os direitos reservados.